domingo, 6 de novembro de 2011

ANOS 50:OS PIONEIROS DO ROCK


Louis Jordan

Louis Jordan (8 de julho de 1908 - 4 de fevereiro de 1975) foi um pioneiro americano de jazz, blues e rhythm & blues. Músico, compositor e líder de banda que teve uma enorme popularidade desde o final dos anos 1930 ao início dos anos 1950. Conhecido como "O Rei da Jukebox", vendeu mais de 4 milhões de singles. A revista Rolling Stone classificou-o 59# na sua lista das 100 maiores artistas de todos os tempos, entrando em 21 janeiro de 1987 no Rock n’ Roll Hall of Fame e em 2005 no Arkansas Black Hall Fame.
Louis Jordan foi um dos mais bem sucedidos músicos Afro-americanos do século XX, eles está no quinto lugar na lista dos artistas negros mais bem sucedios já gravados de acordo com a revista Billboard. Embora os valores totais de vendas não estejam disponíveis, ele conseguiu pelo menos 4 milhões de vendas durante sua carreira. Ele constantemente chegava ao topo das paradas R&B raciais, na época da segregação das radios americanas e foi um dos primeiros artistas negros a conseguir uma popularidade significativa nas paradas brancas, chegando a ocupar todas as dez primeiras posições simultâneamente. Depois de Duke Ellington e Count Basie, Louis Jordan foi provavelmente o mais popular e bem sucedido líder de banda negro de sua época.
Jordan era um cantor talentoso e com apelo cómico e comandou sua própria banda por mais de vinte anos. Ele fez duetos com alguns dos maiores cantores solo de sua época, como Bing Crosby, Ella Fitzgerald e Louis Armstrong. Jordan também era um ator e uma grande celebridade de filmes raciais, ele apareceu em vários "soundies" (Uma das primeiras formas de video clipes), fez várias aparições em longas metragens e curtas, e estrelou dois Filmes musicais feitos especialmente para ele. Ele foi um instrumentista especializado em Saxofone alto, más tocou todas as formas de instrumentos, comopiano e clarinete. Foi um compositor produtivo, muitas das música escritas por ele ou co-escritas se tornaram clássico influentes da música do século XX.
Embora Jordan tivesse começado sua carreira em uma Big Band de swing jazz na década de 30, ele se tornou famoso como um dos principais profissionais, inovadores e divulgadores do "jump blues", um movimento híbrido de uma mistura de jazz, blues e boogie de meados dos anos 1940. Normalmente de 5 integrantes, com uma união rítmica do piano, baixo e bateria (depois utilizada também a guitarra elétrica), Jordan também foi pioneiro na utilização de órgões elétricos.
Com sua dinâmica banda Tympany Five, Jordan definiu os principais parâmetros do clássico R&B, do urban blues e do início do rock'n'roll com uma série de disco de 78 rotações lançados pela Decca Records. Essas gravações preveriam muitos dos estilos que seriam populares nas décadas de 1950 e 1960, e exerceram uma enorme influência em muitos artistas desse géneros. Muitos de seus álbuns foram produzidos por Milt Gabler, que passou a aperfeiçoar e desenvolver as qualidades das gravações de Jordan em suas produções futuras com Bill Haley, incluindo "Rock Around The Clock".

Infância e começo de carreira

Louis Thomas Jordan nasceu em Brinkley, Arkansas, onde seu pai, James Aaron Jordan, foi um professor de música local e ‘’bandleader’’ da Brinkley Brass Band e Rabbit Foot Minstrel. Sua mãe, Adell, Louis morreu quando Jordan era ainda muito jovem.
Estudou música com o seu pai, começando a tocar clarinete com apenas 7 anos. Na sua juventude tocou com seu pai em bandas ao invés de fazer trabalhos agrícolas na escola. Jordan também tocou piano profissionalmente no início de sua carreira, más foi o saxofone alto que se tornou seu principal instrumento. No entanto, ele ficou mais conhecido como compositor e vocalista.
Jordan cursou a faculdade no Colégio Batista em Arkansas se formando em música. Após um período, com o Rabbit Foot Mintrels,tocou, com uma banda formada por seus colegas chamada Leon "Pee Wee" Whittaker, e com bandas locais, incluindo Bob Alexander's Harmony Kings, indo para norte, em seguida, para Filadélfia e Nova York. Em 1932, Jordan começou a tocar com a banda de Clarence Williams, e quando chegou na Filadélfia,tocou clarinete na banda Charlie Gaines.
No final de 1936, foi convidado a participar da influente orquestra do Savoy Ballroom liderada pelo baterista Chick Webb. Essa que era reconhecida como uma das melhores big bands daquele tempo, que derrotavam todos os desafiantes em competições de improvisação. Ele trabalhou com Webb até 1938, o que provou ser um passo vital para sua carreira. Webb (que era deficiente físico) foi um bom músico, mas não um grande "showman", Jordan com seu carisma e talento, fez com que o público exigisse que ele se torna-se o novo leader da banda. Na mesma época a jovem Ella Fitzgerald estava começando a se destacar como vocalista feminina da banda, ela e Jordan fazem duetos várias vezes nos palco e mais tarde repetiriam a parceria em algumas gravações na época que já eram artistas conhecidos.
Em 1938, Jordan foi demitido por Webb por tentar convencer Fitzgerald e outros músicos para participarem de sua nova banda. Nessa época Webb já estava gravemente doente de uma tuberculose espinhal, e acabou morrendo logo após em uma operação na medula espinhal em 16 de junho de 1939 com 30 anos. Depois de sua morte, Ella Fitzgerald assumiu a banda.

Carreira Solo

A primeira banda de Jordan, feita principalmente de membros da banda Jesse Stone, foi originalmente com nove integrantes, acabou ficando somente com Jordan (sax, vocais), Courtney Williams (trompete), Lem Johnson (saxofone), Clarence Johnson (piano), Charlie Drayton (baixo) e Walter Martin (bateria). Foi essa formação que assinou com a gravadora inglesa Decca Records em 20 de Dezembro de 1938. Embora este grupo tenha sido chamado de "The Elks Rendezvous Band", Jordan posteriormente mudou o nome para "The Tympany Five" devido ao fato de muitas vezes utilizar os tambores Martin tympany nas gravações(A palavra "tympany" é também um antiquado coloquial termo que significa "inchado, inflado ou "Tímpano", mas historicamente separadas)
As diferentes formações do Tympany Five (que muitas vezes teve dois ou três integrantes extras) incluiu Bill Jennings e Carl Hogan na guitarra, renomado pianista-arranjador Wild Bill Davis, Bill Doggett, "Shadown" Wilson, Chris Columbus nos tambores e Dallas Bartley no baixo. Jordan tocou saxofone alto, saxofone tenor e barítono e foi a voz principal na maioria das músicas.
Sua próxima gravação, em Março de 1939,gravaram músicas como "Keep A-Knockin"